"Existem palavras que você não consegue ouvir, mas elas se cravam no seu coração com muita força. E desses cortes profundos que elas deixam, algo sai de lá e queima tudo por onde passa. Chamamos isso de amor."
Nano. (via silenciadores)

Amor platônico não leva ninguém a lugar algum, além do fundo do buraco.

E as minhas esperanças eu matarei todas a facadas, ou elas serão meu peito. Porque um amor não se implora, não se compra e muito menos se acha em qualquer esquina. Mas o teu eu adoraria encontrar numa farmácia qualquer, e me dopar de você seria uma ótima cura para as minhas feridas. Teu amor eu quero muito, mas não peço, não roubo. Aliás, eu roubaria você por inteiro, mas não posso.

"Eu nunca quis tanto alguém, sério, isso não vai passar. Não deixe de voltar, jamais se esqueça de mim."
Eder Moreira   (via eder-moreira)

Dramaturgia do chá.

Eu bebo, você bebe, nós bebemos e vivemos bêbados.